Como Desenvolver A Inteligência Emocional: Guia Passo a Passo

A inteligência emocional consiste na capacidade de entender e, sobretudo, gerenciar os próprios sentimentos.

Identificando com maior facilidade as emoções e controlando o modo com o qual estes sentimentos interferem em sua vida e na de outros através das suas ações.

Decerto, a Inteligência Emocional ou IE como é chamada comumente pode ser trabalhada por meio do desenvolvimento de habilidades que propiciam o controle de emoções e sentimentos de maneira racional e consciente.

Pois, a inteligência emocional é um conhecimento flexível que permite ser trabalhado de modo a melhorar o seu desempenho.

Através dessa prática é possível aumentar e até mesmo evoluir não apenas o desenvolvimento pessoal como também o profissional.

Já que, essa capacidade influencia no relacionamento com outras pessoas, permitindo uma melhor interação e comunicação, que são fatores positivos também no trabalho.

Aliás, o desenvolvimento da inteligência emocional também influencia em outras esferas da vida, como por exemplo a saúde física e mental.

Então, esse tipo de inteligência pode prevenir muitos problemas de saúde, tais como: distúrbios psicossomáticos e até mesmo outros transtornos de ordem psicológica, como a depressão e a ansiedade por exemplo.

Aliás, estudos científicos também puderam comprovar que os sentimentos e as emoções quando não trabalhadas adequadamente pelo individuo podem vir a ter relação com a incidência de outras doenças, como o diabetes, o câncer e doenças cardiovasculares.

Nesse sentido, foi possível observar que o estresse e a ansiedade podem vir a causar problemas de saúde, como é o caso do herpes labial, que normalmente surge nas pessoas que estão passando por algum momento crítico de extrema ansiedade.

Contudo, para compreender melhor sobre este tipo de inteligência e como adquirir suas habilidades, antes de mais nada é primordial entender mais sobre o que é realmente a inteligência emocional.

Mas, afinal o que é inteligência emocional?

A Inteligência Emocional é na verdade um conceito da Psicologia que é caracterizada pela capacidade do indivíduo de se conhecer, identificando as suas emoções e também os seus sentimentos com maior facilidade.

Ou seja, em outras palavras a Inteligência Emocional é controlada por uma parte do cérebro que diferentemente de outras tem a possibilidade de aumentar e evoluir em conformidade com a adoção de alguns hábitos que propiciam esse desenvolvimento.

Portanto, a IE não está ligada ao QI (quociente de inteligência) que se resume a avaliação cognitiva de um determinado sujeito.

O desenvolvimento da inteligência emocional não apenas é muito importante para qualquer der humano, como também costuma ser muito valorizado, pois, indivíduos que conseguem desenvolver este tipo de inteligência tornam-se mais preparados para as circunstâncias a sua volta.

Sabendo lidar com as próprias emoções, controlando-as para não agir por impulso ou guiado apenas pelos sentimentos, é um modo também de controlar as emoções de outras pessoas.

Visto que, o nosso comportamento também pode oferecer um espelho aos demais indivíduos, em qualquer tipo de relação seja ela pessoal ou profissional é muito comum que o outro te retribua com os mesmos sentimentos que você trouxe à tona.

Por isso, torna-se essencial trabalhar esse desenvolvimento sabendo reconhecer suas limitações e buscando sempre melhorar.

Aliás, esse é um dos principais intuitos da Inteligência Emocional, aprimorar seu desenvolvimento com o objetivo de evoluir e reconhecer as próprias falhas e com isso também ajudar aos demais indivíduos.

Desse modo, é possível se tornar uma pessoa mais feliz e positiva, que contribui positivamente com os seus sentimentos e emoções de modo a possibilitar uma melhoria do quadro em geral.

Normalmente pessoas que desenvolvem sua inteligência emocional são naturalmente melhores líderes.

Visto que, conseguem facilmente identificar as emoções alheias e interceder ou mediar possíveis conflitos de maneira mais sábia, além disso, estes também têm uma melhor capacidade para se colocar no lugar do outro e agir com empatia.

Então, ainda que a Inteligência Emocional não esteja relacionada aos conhecimentos de cunho cientifico, acadêmico ou intelectual, de certa forma, exercem influência no desenvolvimento profissional.

Já que há a melhora significativa da comunicação e interação entre as pessoas, permitindo que haja um maior entendimento acerca das relações em geral, quer sejam elas pessoais ou profissionais.

Portanto, é possível observar que a Inteligência Emocional oferece vantagens para diferentes setores e aspectos da vida.

Dicas sobre como desenvolver a inteligência emocional

Como foi dito anteriormente é possível desenvolver as habilidades capazes de melhorar a inteligência emocional, em busca de uma evolução no modo com o qual lidamos com as situações, sentimentos, emoções e no relacionamento em geral com outras pessoas.

Então, confira em seguida 8 dicas sobre como desenvolver a inteligência emocional para aperfeiçoar o controle e gerenciamento dos seus sentimentos e emoções.

  1. Tenha atenção e análise o seu próprio comportamento- adquira autoconhecimento     
      
  2. Domine suas emoções e reduza a negatividade- desenvolva o autocontrole
             
  3. Procure lidar melhor com o estresse, a pressão e a ansiedade
  4. Pratique a empatia e se coloque no lugar do outro      
  5. Se expresse sem medo     
  6. Não se julgue constantemente    
  7. Conheça os seus limites e aceite quando é suficiente
  8. Desenvolva outras atividades estimulantes para aumentar a habilidade emocional

Tenha atenção e análise o seu próprio comportamento- adquira autoconhecimento

É necessário analisar como você se comporta e ter atenção com suas emoções, tomar consciência disso é essencial para desenvolver a inteligência emocional.

Portanto, observe como você se comporta diante de determinadas situações (quer sejam elas boas ou ruins), analise como ocorre suas reações físicas e mentais, assim como os pensamentos e sensações que foram provocados.

Por fim perceba que proporções tomam as suas atitudes, como as suas reações impactam em outras pessoas ou até mesmo em seus relacionamentos e observe de que modo você poderia ter feito se agisse com maior controle das suas emoções.

Veja como você age quando está sentindo certas emoções e como isso afeta sua vida e dos demais.

Uma vez que tomamos consciência disso, se torna mais fácil julgar e entender o nosso comportamento.

Sobretudo, avalie se suas atitudes são condizentes com os seus sentimentos, compare como você pode tomar atitudes melhores e desenvolver outras emoções relacionadas ao mesmo aspecto.

Domine suas emoções e reduza a negatividade- desenvolva o autocontrole

Saiba dominar os seus sentimentos e controlar as suas emoções, sem dúvida alguma, essa é uma das dicas mais fundamentais para desenvolver a sua inteligência emocional.

O que é primordial para não agir precipitadamente, cometendo atos imprudentes antes de pensar corretamente, em outras palavras, refere-se ao modo como você se comporta no calor do momento.

Algumas pessoas podem ser mais calmas enquanto outras são mais impulsivas ou enérgicas, contudo, independentemente do seu perfil é necessário avaliar as circunstâncias em que se encontra e como o seu comportamento exerce influência, pois, cada ação tem uma reação.

Portanto, antes de agir pense primeiro, deixe que a razão domine e controle os seus sentimentos.

Existem alguns meios que podem auxiliar você a dominar as suas emoções, são práticas como:

  • Respiração orientada
  • Meditação
  • Yoga
  • Prática de atividades físicas em geral

Essas atividades permitem que haja um controle interior maior, externalizando os seus sentimentos e promovendo o devido equilíbrio das suas emoções.

Procure lidar melhor com o estresse, a pressão e a ansiedade

Atualmente muitas são as situações do dia a dia que nos oferecem estresse, seja pela rotina atribulada ou pela pressão do trabalho, o fato é que devemos procurar lidar da melhor forma possível diante da ansiedade.

Aliás, é também importante que mesmo em situações de pressão saibamos dar prioridade a saúde e nossas emoções.

Portanto, evitar explodir de raiva ou transmitir sentimentos de impotência torna-se fundamental para evoluir nossa inteligência emocional.

Nesse sentido, existem algumas dicas que podem evitar a ansiedade, pressão e o estresse, são coisas simples como:

  • Evitar a cafeína
  • Fazer listas com os afazeres
  • Praticar exercícios intensos para descarregar a energia
  • Lavar o rosto ou tomar um ar fresco diante de situações estressantes

Essas medidas possibilitam a atenuação da ansiedade, um modo de aliviar o estresse e desenvolver a habilidade emocional.

Pratique a empatia e se coloque no lugar do outro

Desenvolver a empatia é algo necessário em qualquer circunstância e todo ser humano deve buscar meios de desenvolvê-la.

Acima de tudo, a empatia é sobre se colocar no lugar do outro, compreender como o próximo se comporta e sobretudo como ele se sente.

Mas, para desenvolver a empatia é necessário também se auto avaliar, somente assim você conseguirá se colocar no lugar do outro e demonstrar isso a ele.

Então, o exercício deve começar como uma indagação das suas próprias atitudes e comportamentos, faça uma reflexão e se pergunte o porquê de sentir assim ou fazer determinada coisa.

Talvez a resposta inicial não seja clara, mas, você deve continuar prestando atenção às suas atitudes, assim compreenderá com mais facilidade quando puder perceber as diferenças.

Nesse ponto de vista, será mais fácil se colocar no lugar do outro, se preocupando com o próximo, sendo solidário quando necessário.

Através da empatia é possível se colocar na pele do outro e entender o porquê essa pessoa age daquela forma ou até mesmo como ele se sente.

Dessa maneira, há espaço para a tolerância e compreensão, o que também faz bem a você e suas emoções.

Se expresse sem medo

Não tenha medo ou vergonha de se expressar, ainda que as emoções e os sentimentos devam ser controlados, isso não significa que você deve reprimi-los.

Muito pelo contrário, para promover o equilíbrio e desenvolver sua inteligência emocional é necessário se expressar adequadamente.

Aliás, por meio dessa expressão, desse compartilhamento de opiniões, sentimentos e emoções muitas coisas podem ser resolvidas e esclarecidas, o que é primordial em qualquer relacionamento.

Então, não permita que nada seja interpretado da maneira errada, se comunique, se expresse e sobretudo racionalize o seu pensamento.

Algumas pessoas por vergonha de falar ou se expressar acabam por perder grande oportunidades, principalmente relacionados ao trabalho.

Então, procure sempre se expressar da melhor maneira possível, resolva todas as questões de maneira clara, pois, o diálogo é sempre o melhor caminho.

Não se julgue constantemente

Desenvolver a inteligência emocional é também entender que não devemos nos julgar constantemente, portanto, não se apresse e não julgue o seu desenvolvimento.

Cada um possui o seu próprio tempo e desenvolver as habilidades que competem a inteligência emocional pode demorar mais para alguns do que para outros, mas, de qualquer forma é um processo de aprendizado gradual.

Portanto, compreenda que as emoções também são bem-vindas e que você não deve sufocá-las e sim controlá-las com o intuito de melhorar o seu comportamento.

Sobretudo, a inteligência emocional não deve ser utilizada como régua para julgamento, contudo, pode ser usada para aumentar o seu controle, para não fugir do que é correto, para não deixar com que as emoções dominem e a razão seja perdida.

Mas, ninguém é perfeito, então aprenda também com os seus próprios erros.

Conheça os seus limites e aceite quando é suficiente

Desenvolver a inteligência emocional não significa que você deve suprimir suas opiniões, você tem o pleno direito de discordar quando houver um limite imposto.

A inteligência emocional não apenas compreende o modo como você se enxerga e controla suas emoções, como também exerce a possibilidade de ampliação da visão do mundo ao seu redor, com maior segurança e uma capacidade mais aguçada para se posicionar quando for necessário.

Aliás, através da inteligência emocional há maior entendimento das diretrizes, portanto, não ceda diante dos seus limites, existem prioridades e você pode mudar o seu foco quando quiser.

E ter maior conhecimento a respeito de si mesmo, dos seus defeitos e também das qualidades permite que você sempre considere corretamente os seus limites.

E ainda que possua pontos que considera fraqueza, saiba que todos são assim e suas virtudes aliadas ao autoconhecimento sobrepõem os seus pontos fracos.

Desenvolva outras atividades estimulantes para aumentar a habilidade emocional

Muitas pessoas precisam de outros métodos para desenvolver a habilidade emocional, dos quais podem ser adotados em conjunto com as técnicas anteriores.

São maneiras de se expressar, de colocar o sentimento para fora, primordialmente, por meio de uma tarefa prazerosa que pode especialmente aprimorar o seu controle emocional

Serve como maneira de sentir paz, se conectar com algo que vá além, aprender novas técnicas e se distrair.

A melhor alternativa para isso é desenvolver algo novo, como por exemplo, aprender a tocar violão.

A música por si só já gera inúmeros benefícios, promovendo o relaxamento e dando um novo significado os sentimentos e emoções, amadurecendo o modo com o qual você lida com eles.

Mas, ao aprender a tocar um instrumento é possível também trabalhar os processos cognitivos que exercem influência na inteligência emocional.

Um dos melhores instrumentos para esse fim é o violão, portanto se quiser saber como tocar violão, confira aqui um guia com passo a passo completo.

Quais são os benefícios do desenvolvimento da inteligência emocional?

O desenvolvimento da inteligência emocional influência em inúmeros aspectos da sua vida, beneficiando muitas áreas e fazendo com que você se sinta melhor consigo mesmo.

Portanto, veja a seguir quais são os principais benefícios que o desenvolvimento da inteligência emocional exerce em sua vida:

  • Controle das próprias emoções
  • Otimização do uso do raciocínio lógico e do pensamento em geral
  • Maior compreensão acerca de si mesmo
  • Contribui para entender melhor o seu emocional

Controle das próprias emoções

Por meio do desenvolvimento da inteligência emocional é possível controlar suas emoções e sentimentos de modo a melhorar a sua tomada de decisão e comportamento diante de determinadas situações.

Possibilitando, que se torne mais consciente de suas atitudes, pensando primordialmente antes de agir, ou seja, controlar as próprias emoções com o intuito de não tomar decisões ou reagir por impulso.

Otimização do uso do raciocínio lógico e do pensamento em geral

A inteligência emocional promove o equilíbrio entre sua consciência e as suas atitudes, portanto, também atua como forma de melhorar o seu raciocínio lógico, já que, propicia a tomada de decisão mediante uma escolha pautada em fundamentos constituídos com base na razão e não nas emoções afoitas.

Maior compreensão acerca de si mesmo

Sobretudo a inteligência emocional proporciona uma melhor compreensão acerca de si mesmo, visto que, mediante o seu desenvolvimento o autoconhecimento é estimulado.

Contribui para entender melhor o seu emocional

Acima de tudo, a inteligência emocional tem como finalidade principal compreender suas emoções e sentimentos, afim de controlá-los adequadamente mediante o raciocínio lógico.

Em resumo, pode-se afirmar que o desenvolvimento da inteligência emocional, possibilita o autoconhecimento e também o autocontrole, permitindo que você tenha uma maior qualidade de vida sejam favorecidos através da tomada de decisão racional.

Conclusão

Ou seja, através da inteligência emocional as pessoas amadurecem o seu nível de conhecimento, as suas expectativas, reações e o modo como interagem e se relacionam, portanto, setores da vida pessoal e profissional ganham com a aquisição deste tipo de inteligência.

Mas, vale ressaltar que apenas as emoções estressantes e os sentimentos negativos devem ser controlados, pois, a vida baseia-se em emoções e no sentir.

O processo de desenvolvimento da inteligência emocional é uma prática adotada por meio de novas habilidades que permitem controlar atitudes impensadas, reações exageradas, mas, fora isso, as alegrias devem ser vividas sem que você se limite ou tente controlar suas emoções.